domingo, 9 de agosto de 2009

Balança mas não cai.....ou cai?

Depois de mais uma derrota, desta vez em pleno Engenhão, para o Atlético –PR por 1 a 0, os rumores da saída de Ney Franco do clube da estrela solitária, são cada vez mais fortes. Nada de se estranhar em se tratando de futebol brasileiro. Já que não é possível mandar o time todo embora, demiti-se o treinador. Não sou fã do trabalho do Ney, e embora não considere que ele seja o principal responsável pela má campanha do time no campeonato, parece que ele perdeu o comando da equipe.
Tanto que na derrota de ontem, quando o árbitro marcou pênalti a favor do Botafogo, o treinador foi à beira do campo por duas vezes dizendo que quem deveria bater era o Lúcio Flavio, o cobrador oficial do time. Mas não foi isso que aconteceu. André Lima, desobedecendo a ordem de Ney, pegou a bola e chutou na trave.O time criou algumas oportunidades, mas não conseguiu superar a retranca armada por Antônio Lopes. Embora o bandeirinha tenha anulado um gol legítimo alvinegro ( até agora não entendi o que a “autoridade” marcou), as deficiências do time fizeram jus ao resultado. Os jogadores, à exceção de três ou quatro nomes, são demasiadamente limitados, e mais do que isso, não se mostram motivados nos jogos. Não dão aquele “algo a mais”. Parece que se resignaram a jogar aquele futebolzinho mediano e se a derrota vier, é porque tinha que ser assim mesmo. Não dá pra continuar assim!

Diretoria reunida

A informação, no momento em que eu escrevo esta coluna, é que a diretoria do Botafogo estaria reunida para decidir sobre a continuidade ou não do técnico mineiro no clube. Os nomes mais cotados para substituir Ney Franco seriam Cuca, Leão e PC Gusmão, mas segundo a rádio Tupi, o preferido da diretoria é Waldemar Lemos, que saiu em julho do Atlético-PR quando completava 50 dias no comando do clube. Se a notícia se confirmar é melhor eu já comprar o pacote da série B.

Vasco

Qualquer jogo do Vasco na série B melhora o meu humor, consideravelmente.

Um comentário:

El Rafo Saldaña disse...

Os únicos motivos que levam alguém a torcer para o Botafogo e zoar a série B são memória curta ou falta de visão do futuro próximo