terça-feira, 24 de julho de 2012

"Diz o jornalista"


Cruzmaltinos desse planeta,

por várias vezes eu já comentei aqui a incompetência e falta de escrúpulos da imprensa esportiva brasileira. Infelizmente, estou aqui para fazê-lo mais uma vez. A lógica dos caras parece ser: inventa-se um boato de um lado do estádio. Conta-se ao companheiro do lado e se espera que ele espalhe. Quando a mentira chegar de volta até o autor, publica-se. A fonte? "Diz um jornalista". Nos meus distantes tempos da Faculdade de Jornalismo, diziam que jornalista era jornalista e fonte era fonte. Hoje em dia parece que está tudo misturado. 
A imprensa clubista se encontra numa situação complicada. O "mais querido da mídia" está numa fase de dar dó, tomando não até de jogador amador. Pra piorar, dois dos três rivais estão no G4. Isso eles não conseguem aturar. E tome boato inventado pra desestabilizar o Gigante da Colina. Vejamos o caso Felipe:
"Um jornalista diz" que o Maestro teria gostado da proposta. "Outro jornalista diz" que ele estaria brigado com Juninho. "Um outro jornalista" comenta a insatisfação com os salários atrasados. "Jornalista diz" que Felipe não gosta de jogar na lateral... O que existe de fato nessa história toda? Felipe assinou uma extensão de contrato há menos de dois meses e está no Vasco até 2013. O resto é só bobagem pra tumultuar o clima do melhor do Rio.



***

Aliás, a imprensa não se cansa de requentar polêmica. "Vasco atrasa 2 meses de salário." Até mesmo meu sobrinho de 4 anos sabe que o único jeito do Vasco desbloquear a verba da Eletrobrás é na Justiça do Trabalho, e que pra isso precisa demonstrar que o dinheiro está prejudicando os empregados do Club. Como fazer isso? Atrasando os salários. Os jogadores sabem e concordam com isso. E a imprensa tenta implementar uma nova crise de três em três meses...

8 comentários:

Marcelo Braga disse...

Se precisa dessa manobra toda pra receber dinheiro do patrocinador, no mínimo esse patrocínio é bem suspeito.

El Rafo Saldaña disse...

Não é suspeito. É patrocínio de estatal. O Flamengo fez coisas do tipo por mais de uma década com a Petrobrás e ngm falava nada.

Nem todo mundo arrendou o time de futebol para um plano de saúde...

Marcelo Braga disse...

Antes arrendar para um plano de saúde que deixar os funcionários sem salário.

Henrique Binato disse...

Desta vez o Saldanha tem razão...o patrocinio de estatal é, sempre foi e sempre será legal. Se o time tá demorando para receber é culpa de quem fudeu com as contas anteriores.

Marcelo Braga disse...

Certo, Henrique. No entanto algumas "estatais" patrocinam equipes de Fórmula 1, basquete etc. Concordo com isso desde que sejam clubes ou instituições idôneas ou que deem algum retorno, assim como o Fluminense da o retorno pra Unimed.

Henrique Binato disse...

Marcelo, o retorno para essas empresas sempre foi garantido senão a petrobras nao patrocinaria o Flamengo por tantos anos.
Quanto ao Fluminense e a UNIMED, se dá retorno é problema da UNIMED, mas o retorno esportivo par o Fluminense com o caminho de dinheiro gasto é absolutamente infeiror, veja os resultados nos ultimos 10 anos

Renato Saldanha disse...

Rafael,
o patrocínio da Petrobrás no Flamengo era diferente do da Eletrobrás no Vasco. Isso pq, embora estatal, a Petrobrás disputa a preferencia dos consumidores com outras empresas privadas, e por isso precisa investir em propaganda. Qual o interesse da Eletrobrás em patrocinar o Vasco, a nao ser agradar o torcedor governador-miliciano Sérgio Cabral?
Também contesto essa idéia de que os jogadores e funcionários concordam com os atrasos. Eles podem até nao se manifestar contra, pois conhecem o submundo do futebol e sabem que serao perseguidos (vide o caso do Bernardo), mas duvido que concordem (principalmente aqueles que ganham menos).
Além disso, nao acredito que o vasco consiga realizar essa manobra jurídica sem nenhum prejuízo. Provavelmente, cada atraso é acompanhado de uma multa do Ministério do Trabalho, ou pagamento de juros... algo que só aumenta o rombo financeiro do Vasco.
Sobre as críticas à Unimed, a inveja é uma merda mesmo...

Marcelo Braga disse...

É normal pra quem tá com a camisa lisa.