quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Questão de inteligência ou caráter


Cruzmaltinos desse planeta,

Não vou comentar a pelada de ontem do Carioquinha... Isso só vale pra quem ainda está no desespero para se classificar, não pra quem é líder isolado 100%. Sobre isso, tudo o que posso dizer é: De nada, Flu.
Temos assunto mais interessante para falar, como o caso de Bernardo. O jogador acionou o club na justiça, dizendo que este está devendo depósitos do FGTS há quase um ano e pedindo a rescisão de seu contrato com o Vasco. Ao ser cobrado pela torcida, disse que " Eles deveriam lembrar o que fiz no ano passado contra o Fluminense (marcou o gol da vitória por 2 a 1 nos acréscimos). Sou trabalhador, tenho filho para criar. Quando faço gol importante, eles apoiam e dizem que eu sou o cara. Normal".
Longe de mim condenar o fato de Bernardo correr atrás de seus direitos. Uma das empresas para quem eu trabalho também passou alguns meses sem depositar o fundo de garantia, e isso causa uma certa apreensão mesmo. Porém, pra tudo na vida, é importante analisar o momento de se tomar determinadas atitudes. Podemos afirmar sem muito medo que os filhos de alguém que recebe um salário de 6 dígitos dificilmente estão passando fome após somente 3 meses de atraso. Também é preciso lembrar que um dos motivos dos atrasos nesse início de ano foi o uso de R$3,5 milhões dos recursos disponíveis para a compra do passe do próprio Bernardo, que se manifestou desejoso de permanecer na colina. Pra piorar, o processo foi a público justamente no dia em que o club quitou suas dívidas em relação à salários. Mas, mesmo assim, pra mim o imperdoável foram as declarações direcionadas à torcida. Fazer gols importantes é obrigação de todo jogador que atue do meio pra frente, e não garante um salvo-conduto para quando faz algo que a torcida desaprove. Por outro lado, quando se fala uma coisa dessas, é garantido que carregará alguma antipatia mesmo que volte a marcar gols decisivos. Esse tipo de ação na justiça dificilmente terá um resultado positivo para a carreira do jogador, mesmo que ele consiga sair (o que acho que não consegue, já que os dirigentes afirmam que todos os FGTS do club estão em dia). Pra mim, foi um tiro no pé, uma questão de falta de aconselhamento, de falta de inteligência.

A não ser que já exista alguma negociação em vigor, provavelmente com algum desses clubes chineses que estão oferecendo fortunas pra qualquer chutador de bola que apareça por aí. Aí a coisa muda de figura. Se ele está incomodado com o FGTS que não é pago há quase um ano, porque esperou o Vasco comprar seu passe pra entrar na justiça? Aí não é questão de inteligência, é questão de falta de caráter.
A real é que o clima está bem ruim para Bernardo em São Januário nesse momento, e o que vai acontecer nos próximos dias pode selar se ele vai terminar sua carreira sendo o craque do time do Penapólis ou se vai se firmar como um jogador dos grandes clubs. Defendi sua contratação, muito embora ache que ele não tem bola pra ser titular no meio do Vasco (barrar quem? Felipe? Juninho? Diego Souza?). O investimento era válido pela idade do jogador, mas era claro que ele seria um reserva de luxo. Se sair, ele perde mais do que a gente.



***

Alguns tentam comparar o processo do Bernardo com o de Juninho, em 2000. A diferença intransponível é que o Rei de São Januário entrou na justiça DEPOIS que saiu do Vasco. Aliás, nosso camisa 8 aconselhou o herdeiro do manto 31: "Não vou cuspir no prato em que comi. Eu também fiz isso, mas é diferente, porque não tinha mais contrato com o clube. É um jogador muito jovem, que chegou num estágio que foi decisivo em alguns jogos, mas ainda está engatinhando, começando a carreira. Ele tem um coração bom, mas tem dificuldade para avaliar algumas situações". Como eu disse, questão de saber o momento certo.

13 comentários:

Marcelo Braga disse...

Problemas de time pequeno e desorganizado.

Renato Saldanha disse...

Peraí, Rafael. Se o time perde jogadores pq nao consegue se organizar pra pagar suas contas, a torcida tem que cobrar da diretoria, e nao do jogador. O jogador tá no direito dele. Nao interessa se ele ganha 10 ou 100 mil. O Juninho foi um grandissíssimo filho da puta, traíra, ao atacar um companheiro de time só pra ficar bem com a torcida e com o patrao.

JTVascao disse...

Renato, respeito sua opinião. Também acho que a direção do Vasco não tem qualquer direito de reclamar do Bernardo, mas eu sou torcedor, e nessa condição, quero lhe dizer o seguinte: filho da puta é esse marginal do Bernardo. Um playboy escroto, que esperou o Vasco gastar 3 milhões de reais pra 1 mês depois entrar na justiça cobrando tudo que já estava atrasado antes. Por que ele não disse que só assinaria um novo contrato se recebesse os atrasados? Porque ele é um safado, e mais safado ainda é quem está por trás dele.
Quanto ao Juninho, não me surpreende sua opinião. É mais uma manifestação da "síndrome de pequeneza" que ataca os simpatizantes do FluminenC: um time que tem como símbolos pessoas como T. Neves e Fred nunca vai saber o que é um Juninho.

El Rafo Saldaña disse...

Gente, vcs não tão entendendo o qnto ele está sendo filho da puta. Ele esperou o Vasco comprar (e gastar o dinheiro) pra cobrar a dívida. É como vender um apartamento pra alguém e depois cobrar os aluguéis atrasados, pedindo o apartamento como pagamento. Se ele tivesse um pingo de vergonha na cara, ele teria cobrado esses valores em dezembro, quando ELE SABIA que o Vasco tinha o dinheiro para pagá-lo prontamente. Ele esperou pq queria forçar uma situação para sair.

Renato Saldanha disse...

JTVice, pra mim a declaraçao do Juninho foi uma grande decepçao. Sempre o tive como um grande jogador. Mas, pra mim ele tá errado. Nao parece ter aprendido nada na França (onde os trabalhadores geralmente pensam antes de criticar uma greve ou outro trabalhador). É fácil pra um jogador rico e em fim de carreira falar o que o ele falou. Se ele quer fazer trabalho voluntário no Vasco, o problema é dele. O bernardo é filho de jogador, conhece bem o futebol. Sabe que amanha, quando ele nao for mais útil ao Vasco, ele vai ser descartado sem mais.

Pra mim a torcida do Vasco tá servindo de massa de manobra na mao da diretoria. Cade o dinheiro da penalty, da Ale, da Globo, da CBF (prêmio pelo vice), da BMG, do sócio-torcedor, dos ingressos, ou do que seja. É inadimissível que um clube como o Vasco nao consiga pagar em dia uma folha de menos de 3 milhoes por mes! Ai vem o dirigente falando em sacrifício... ele que se sacrifique, vá vender bolinho de bacalhau na praia pra pagar os jogadores.

Sobre o fato dele ter feito o Vasco gastar dinheiro e agora ter entrado na justiça, mais um motivo pra criticar a diretoria. Pq a diretoria nao se resguardou antes? Pq nao quitou ou negociou a dívida antes de assinar um novo contrato. Agora vem pagando de virgem... Duvido que se o dinheiro saísse do bolso do Roberto Dinamite ele seria tao descuidado.

E tem mais. Vcs conhecem alguém que pede demissao antes de sair de férias, ou antes de receber uma bolada? Alguém que se aposenta antes de tirar todas as licenças e folgas que tem direito? Como todo trabalhador faz, ele esperou receber a bolada pra depois sair. Tá certo. Errado é quem cuida do dinheiro do clube e dá brecha pra isso acontecer.

ST

El Rafo Saldaña disse...

Renato,

como eu disse: esse tipo de situação já aconteceu comigo e, pelo q tenho visto, é bem mais comum do que parece. Porém, só entra na justiça contra o patrão por conta de FGTS antes de sair do emprego quem já está com o boi na sombra, quem já tem algo certo. De resto, ele está forçando a barra. A justiça pediu para o Vasco apresentar a documentação em 5 dias e parece que já vai fazer isso. Porém, o clima q ele criou não vai ser resolvido, e o Vasco vai acabar tendo que negociar para mandá-lo embora. Ou seja, ele fez isso pra sair do club, e mesmo perdendo na justiça, vai conseguir o q quer, pq nenhum clube brasileiro tem coragem de botar jogador na geladeira, q é o q ele merecia.

PS: O dinheiro da Eletrobrás só sai na justiça, e qndo sai, vai direto pros jogadores. E o Vasco tem q pagar milhões em dívidas do período negro... O Fluminense tb teria, se não tivesse arrendado o futebol pro plano de saúde... Isso está acontecendo pq todo ano tinha essa pendência nos primeiros meses, e o Clube dos 13 emprestava dinheiro pros clubes cobrirem. Agora, sem o Clube dos 13...

Renato Saldanha disse...

É claro que ele já tem um clube interessado e tá se aproveitando disso. Burro é quem dá a deixa. E nao tenha tanta certeza que o Vasco ganhará (o caso dele é igual ao do Dalton).

sobre o PS: Isso nao é desculpa. Se até o Botafogo paga em dia. O dinheiro da Eletrobrás (patrocinio esse, diga-se de passagem, um tanto nebuloso) nao é a única fonte de renda do clube. Se ele nao é liberado, que tal o Vasco fazer como todo mundo e arrumar um patrocinador que nao seja estatal? (mais uma vez, se até o Botafogo conseguiu)
Perguntar nao ofende: Esse já é o segundo mandato do Dinamite. Até quando a culpa será do Eurico?

El Rafo Saldaña disse...

Se o Vasco tiver uma receita de 70 milhões por ano (que não tem), e usasse TODA a receita para pagar a dívida que o Eurico deixou, seriam 6 anos para pagar...

Como o Vasco não pode se dar ao luxo de deixar uma empresa tomar conta do futebol para fazer isso, vai demorar mais de uma década para recuperar o estrago q o sapo fez.

PS: A imprensa esportiva - mais uma vez - andou falando um monte de bobagem. Não existe decisão em favor do Bernardo. Existe um pedido da justiça para verificação. Mesmo que tenha alguma coisa irregular (o q a diretoria nega), tem 5 dias pra apresentar os comprovantes. Como é carnaval, esse prazo deve vencer lá pelo dia 27. A chance desse jogador ganhar na justiça é mínima. Ele só "ganha" no ambiente tumultuado que ele gerou.

PS: O Botafogo consegue pq é time pequeno. Qq 10 mirréis é patrocínio pro Botafogo. Pro Vasco, os valores têm q ser compatíveis com o Club. Não dá pra ficar desvalorizando o espaço na camisa, como fez o sapo no final do mandato com o patrocínio da MRV e do Habibs...

Marcelo Braga disse...

E completando, Saldanha. Já o Fluminense se tem ao luxo de contratar quem for do interesse do treinador e pagar todos os salários e FGTS em dia. Mas quando eu disse que o Fluminense está se organizando fui motivo de chacota.

A situação do Vasco é muito parecida com a do Fluminense em relação às dívidas deixadas por mandatos anteriores, mas tem o respaldo da Unimed. Só que tudo isso passa pela organização e competência da atual diretoria, que ao meu ver o Vasco não está conseguindo. O mesmo digo do Botafogo, independentemente de valores, eles estão cumprindo com suas obrigações e isso é o que conta.

ST

El Rafo Saldaña disse...

Marcelo, não me faz rir, sério... O Fluminense não pode contratar ngm, pq qq dinheiro q entra nas Laranjeiras a justiça já toma pra pagar as dívidas. Por isso q os jogadores são todos contratados da UNIMED, e o Siemsen sabe disso e tentou preparar o clube para um cenário de saída do Plano de Saúde. Hoje, se a UNIMED sai, o Flu tem q colocar o time mirim em campo... E não se iluda: Celso Barros não vai durar pra sempre, e uma hora, a UNIMED VAI sair... E aí vcs vão cair numa tacada só...

JTVascao disse...

Me abstenho de comentar as comparações com o FluminenC, e acho que o El Rafo deveria fazer o mesmo.
Mas não posso deixar de fazer um último comentário sobre o caso Bernardo: Carlos Alberto e Bernardo, as 2 maiores contratações da era Dinamite, se transformaram nos maiores prejuízos da mesma gestão. E aí fica a constatação: o diretor de futebol que os contratou é ele, o gênio, o magnífico, o único executivo de futebol competente do mundo, quase um Sir. Alex Ferguson tupiniquim, Rodrigo "400 mil" Caetano.

Marcelo Braga disse...

Saldanha, acho que você está desinformado. Procure saber sobre o Ato Trabalhista, que inclusive o Vasco conquistou junto com o Flu e agora corre o risco de perder com o caso Bernardo.

Todo dinheiro que entra no Flu é do Flu e o Clube paga uma quantia mensal ao Ministério do Trabalho que decide a quem pagar.

Não sou louco de pensar que a Unimed ficará pra sempre, mas quando sair não deixará só os títulos, mas o CT da Base, o CT do Profissional e a sede do Clube impecável.

ST

El Rafo Saldaña disse...

Renato,

olha pq ainda é cedo pra parar de falar na herança maldita do Sapo Gordo:

http://www.netvasco.com.br/n/105442/romario-se-prepara-para-cobrar-r-50-milhoes-do-vasco

No ano passado, tivemos rendas penhoradas pra pagar o Euller. O Euller saiu do Vasco em 2001 ou 2002!!

O Estrago é imenso, e ainda vai demorar pra acabar...