domingo, 4 de dezembro de 2011

O fim?

Cruzmaltinos desse planeta,

a hora é de levantar a cabeça. É triste saber que tudo poderia ter sido diferente, mas temos que pensar em nossas expectativas no início do Campeonato. Quando o torneio começava, vaticinei que o Vasco ficaria ali pelo sexto lugar. Errei, ficamos em segundo. Pior alguns que contrataram jogadores a preço de ouro, acharam que seriam campeões e ficaram em quarto... Agora temos que nos reforçar para a Libertadores. Com o alívio e felicidade de saber que a comissão de arbitragem da CBF não manda em competições internacionais.
Podemos analisar onde foi que perdemos esse título. Nos vacilos como contra o Atlético-GO, Figueirense e Bahia em casa, ou nas roubalheiras contra Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Santos... Mas isso não importa agora. Há mais de 10 anos que o time campeão brasileiro não consegue ser campeão da Libertadores. Alguns podem atribuir isso a algum tipo de superstição, mas isso não é toda a verdade. A verdade é que as competições são muito diferentes, e os times que conquistam o brasileirão costumam se dotar de uma arrogância, de achar que já estão prontos. Não, ninguém está pronto. Todos os clubes precisam se reforçar, o Vasco inclusive. O time carece de um zagueiro que dê segurança para as subidas de Dedé. Precisa de um lateral esquerdo, pois jogar com Jumar improvisado é uma fragilidade imperdoável (se tivesse que acusar um culpado pelo empate de hoje entre os jogadores cruzmaltinos, seria o camisa 18, que falhou duas vezes no lance do gol e ainda foi expulso). Precisamos de um centroavante que não conte simplesmente com a sorte, que seja realmente efetivo (como Fred, Borges, Damião e Liedson ). Precisamos de um técnico que seja efetivado por sua competência, não por seu carisma e por critérios afetivos (agradeço o Cristóvão, mas Libertadores não é terra para iniciantes). Enfim, o trabalho está só começando.
Nos posts de 2009, quando Rodrigo Caetano começava seu trabalho e o Corneta somente engatinhava, eu dizia que a reestruturação do Gigante da Colina daria frutos em 2012... Talvez tudo tenha acontecido antes. Mas, talvez, o que vimos em 2011 tenha sido somente a primeira florada. A colheita virá no ano que vem.

O sentimento não pode parar.

7 comentários:

Anônimo disse...

Tem que saber perder chapinha, esse papinho de me roubaram e bla bla bla esta batido... Vira o disco...

Anônimo disse...

Mediocridade essa choradeira, torcida pequena de time médio.

Ps. Realista.

JTVascao disse...

Belo Post El Rafo. Acho que o Ricardo volta. Se não voltar, aí concordo com você. É hora de trocar o Cristóvão. Acho que precisamos de um atacante muito bom, do nível desses que você indicou e de um zagueiro de ponta. Lateral esquerdo também, mas aí eu pergunto, quem? O mundo tá carente nessa posição. Basta olhar pros times do Brasil e do exterior. Acho que o Jumar pode ser efetivado ali, porque não há opções. Gostaria também de um outro atacante de velocidade, tipo o Marcos Aurélio ou o Rafinha, ambos do Coxa. Não gosto do Éder Luis ser absoluto.
Pra zaga, o Alex que tá saindo do Chelsea não me pega. Muito pesadão e vive machucado. Tem cara de que vai pro FluminenC e vai se dar mal. Gostaria do Emerson do Coxa ou do Victorino do Cruzeiro, mas também acho que não vale a pena arriscar no mercado sul americano e acabar pegando um Dudar da vida.
Pro ataque meu sonho é o Nilmar, mas é impossível. Acho que vai pintar um Grafite ou Tardeli dá vida, o que não me agrada muito. Gostaria do Guilherme, que tá no galo. Ele foi bem demais no Cruzeiro, acho que vale apostar, embora seja arriscado.

El Rafo Saldaña disse...

Pô! Eu sempre gostei do Dudar...

Há algum tempo eu já disse: pra mim, o nome da zaga seria Anderson Martins. Não sendo possível, vem Victorino ou Luizão.
Já para a lateral esquerda, prefiro arriscar com um gringo (como Papas, do Velez) do q com os brasileiros...
Tardelli e Grafite são bons nomes, embora eu quisesse mesmo era o Kléber... E assim vamos especulando...

Marcelo Braga disse...

Saldanha, esses pontos fracos do Vasco que você abordou foram justamente os que apontei em cornetadas anteriores. Só não entendo o porquê de serem reconhecidos somente após o fracasso. Mas você insitia em dizer que o Vasco tinha um time melhor e que o problema era da arbitragem. Os problemas com arbitragem sempre existirão e seria muito mais honroso você exaltar a força de vontade que o time demonstrou pra dar o título ao Ricardo Gomes. Este foi o grande motivo pro time do Vasco conquistar mais um vice-campeonato. Agora, o primeiro reforço tem que ser um técnico de verdade, pois tirar o Diego Souza e colocar Élton foi o fim da picada.

Saudações Tricolores!

Que venha o freguês Boca Juniors!

JTVascao disse...

"Fracasso"? Campeão da Copa do Brasil, vice do brasileiro e semifinalista da sul americana. É Marcelo, você tem razão, pro Vasco isso é fracasso.
Já nenhum título no ano e 3º no brasileiro, sem ganhar 1 clássico a 2 anos, é a glória para um time do tamanho do FluminenC. Parabéns pelo brilhante ano, um dos melhores da sua história.

Marcelo Braga disse...

Em nenhum momento disse que o ano do Fluminense foi de glórias. Mas pra quem estava há 2 anos disputando a Série B, com certeza esse ano foi fantástico!
Lembro que nós não conquistamos uma vaga na Libertadores como vocês... Apenas a mantemos.

ST