quinta-feira, 24 de maio de 2012

Acontece... Mas não podia!!!


Cruzmaltinos desse planeta,


é engraçado como um texto cabe quase que perfeitamente para dois times. Lendo os escritos de meu irmão tricolor aqui no Blog, vi que o drama do time do Laranjal pareceu demais com o do Gigante da Colina. Em quase todo texto, podemos alterar o nome dos pós-de-arroz pelo santo nome vascaíno. Num primeiro tópico, ele fala da arbitragem. Tivesse o juiz considerado o gol legítimo (e mal anulado) em São Januário, poderíamos estar comemorando... Mas reclamar agora não vai adiantar nada... Como eu disse na semana passada, o lance era muito difícil. Agora, é uma temeridade colocar Leandro Vuaden num jogo como o de ontem é uma temeridade. Jorge Henrique fez duas faltas para amarelo e não ganhou nenhum! (só foi ser cartonado no fim do primeiro tempo, após tentar agredir Éder Luís)... O time que tanto exigia árbitros brasileiros em jogos entre times locais (ao invés de buscar a isenção de árbitros distantes) foi beneficiado no final... Alguém está surpreso?
Também falou do treinador, e nos últimos 2 jogos o fraco Cristóvão Borges teve atuação irretocável. Armou o time bem e por isso fomos superiores em pelo menos 3/4 da disputa. Mesmo a entrada de Felipe na lateral, o que é longe de ser o ideal, foi contingencial, graças à contusão de Thiago Feltri.Se o Flu sentia 6 desfalques, o Vasco sentiu a falta do Mito. Nenhum time do Brasil pode prescindir do Mito. Dedé vale por 6, e se o time não sentiu na defesa, perdeu nas subidas, na saída de bola e - principalmente - na segurança que o nosso zagueiro dá para as subidas de Fagner.

Renato diz que seus jogadores não devem ser criticados, e eu digo que os nossos também não. A zaga, tão criticada outrora, vem se mostrando cada vez mais firme. Rodolfo e Renato Silva não nos deram sustos, e Nilton e Rômulo protegeram bem... Até mesmo os laterais tiveram boa atuação, e todos deram tudo de si em campo... Os jogadores estão de parabéns.

Menos o Diego Souza.


Ao contrário do Flu, temos um vilão em nossa história. Aos 20 do segundo tempo, Diego Souza consegue uma arrancada, sozinho, cara-a-cara com o goleiro. Sem zagueiros para lhe atrapalhar. Teve uns 60 metros para pensar no que ia fazer. Optou por um toque na saída do goleiro. Telegrafou o canto que iria mandar. E perdeu o gol mais feito da partida. Talvez só não fosse mais feito do que o do Deivid na semi-final da taça Guanabara. Toda vez que eu fecho os olhos, imagino desfechos diferentes para o lance. Diego Souza finge que vai chutar, dá um corte seco e dribla o arqueiro corintiano... Diego Souza aproveita o goleiro adiantado e chuta por cobertura, quase do meio-campo... Diego Souza espera até o último momento e dá um toquinho sutil, encobrindo Cássio... Faltando 25 minutos, o Corinthians seria obrigado a sair para o jogo para fazer 2 gols... A classificação estava nos pés de Diego Souza, e ele a chutou pra fora. 



***


Na hora do lance, me lembrei imediatamente do jogo contra o Figueirense, em setembro do ano passado. Aos 46 do segundo tempo, Diego Souza recebeu uma bola em arrancada e cheio de opções. Fez o mesmo que ontem: tentou tocar na saída do goleiro. Perdeu. O Vasco empatou. No final do campeonato, aqueles 2 pontos fariam toda a diferença...

***


Agora é focar no Campeonato Brasileiro. Não perder pontos bobos e ter gana de conquistar os pontos difíceis. Reforçar o elenco e não perder algumas peças-chave, como Dedé, Rômulo, Felipe, Fagner e Juninho. Podemos não ser o time mais talentoso, mas tempos uma camisa que pesa uma tonelada!


10 comentários:

Jonathan disse...

Horroroso seu post.
Primeiro, pare de colocar a culpa no juiz.
Tava impedido, o tira-teima comprovou.
Vc pode vir com o "quando há duvida, tem que validar".
Quem disse que o bandeira teve duvida?
Lembre-se, o jogador corinthiano estava do OUTRO lado do campo e não fazia parte da jogada. Dava condição, mas não participava em nada.
Se fosse uma coisa bizarra, mas foi tão dificil que até o tira-teima foi demorado. Faz parte.
Outra coisa, Diego Souza vilão?
Primeiro, ele não recebeu um passe na cara do gol e errou. Ele CRIOU a oportunidade. Então não fale como se ele tivesse recebido algo fácil e tivesse errado.
Segundo, o goleiro esperou o último segundo para pular na bola, fechando o angulo, esperando a decisão do diego souza, e não simplesmente chutou no canto que o goleiro estava.
VIlão foi o Vasco que não foi pra cima como deveria em São Januário e tomou só pressão no segundo tempo no pacaembu.

Renato Saldanha disse...

O pior é que o Globoesporte.com compara o gol perdido por Diego Souza com o gol perdido por Rafael moura. Sem noçao!

JTVascão disse...

Tenho a impressão que o Vasco, apesar da eliminação, reencontrou seu caminho após esse jogos contra o Corinthians. Não pode agora é criar uma crise pra si próprio.
Sobre o Cristovão, é aquilo que já disse antes: a relação custo benefício dele é excelente.
E precisamos de 2 atacantes. O Eder Luiz até tem boa vontade, se esforça muito, mas não acho que devemos investir dinheiro nele. (se é que nós temos esse dinheiro). E o Alecsandro é simplesmente um zero à esquerda.
Sobre o Diego Souza, está passando a raiva. Mas que ele vai ficar marcado por esse lance, isso vai.

El Rafo Saldaña disse...

Olha só como os corintianos "entendem": nosso amigo Jonathan diz q o jogador do Corinthians "dava condição, mas não participava do lance"... Esse SABE TUDO!!

E o gol do Diego Souza estava feito. Botar os méritos para o goleiro do Corinthians é parte da estratégia "vila dos smurfs" de não procurar culpados. Aceito que a diretoria e comissão técnica façam isso, pra preservar o jogador. A diretoria dos mulambos fez o mesmo com Deivid. Mas eu não tenho compromisso nenhum com a carreira de Diego Souza. Logo, não perdoo a incompetência do camisa 10...

Anônimo disse...

Tem que entender que o autor do texto tá querendo fazer graça pra torcida, é mais fácil culpar o juiz que dar os méritos a quem merece. Vale até choro contra o tira-teima. Assim, vão ser vices por um longo tempo mesmo, tem atitude de perdedores e merecem perder.

Marcelo Braga disse...

To com o Saldanha!

Marcelo Braga disse...

Essa graça que você diz, Anônimo, é aquela que foi feita lá no Equador contra o Emelec?

Vocês gambás estão tão acostumados a serem beneficiados no apito, que minimizam quando algum torcedor de outro time reclama. Defendo que sempre tem que registrar tais fatos extra-campo. Nunca poderá passar em branco.

El Rafo Saldaña disse...

Eu adoro qndo falo dos Gambás. Eles botam Curintia no google e lotam o site de acessos... No entanto, não sabem ler! Assim, é como vender lâmpadas pra quem não tem eletricidade em casa...

No mais, pro bando de loucos q vem aqui, eu deixo o link para um dos primeiros textos q publiquei no Blog:

http://corneta-diaria.blogspot.com.br/2009/08/erro-2.html

gavião disse...

o Corinthians vai abrir uma filial no rio de janeiro para poder emitir nota fiscal para o freguês vascu da lama. no rio tem esquema de colocar cpf na nota igual em sp?

não esqueça, se quiserem cpf tem que avisar antes.

hahaha

lucas disse...

chora, vice - nem dessa vez vice, que fase -