sexta-feira, 30 de março de 2012

Apenas o necessário

Meus amigos tricolores,

Que o Fluminense é mais time que o Zamora qualquer paralelepípedo da minha rua sabe. O problema é quando os jogadores se dão conta disso, e passam a jogar como se a vitória fosse apenas uma questão de tempo. Após duas ou três boas tramas no começo do primeiro tempo, o Flu passou a sofrer desse mal. Sabendo-se superior, passou a acreditar que não seria preciso suar para vencer. Assim, as disputas pela bola se tornaram mera formalidades, e o nosso ataque passou a ser parnasiano, buscando sempre o rebuscado, o belo. Tudo bem que a arbitragem prejudicou o Flu, deixando de dar um pênalti claro no W. Nem. Mas o Flu perseguia não o gol da vitória, mas sim uma obra prima, um gol para ser emoldurado e exposto no Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

E o tempo passando... Intermináveis 70 e tantos minutos, que foram capazes até de animar o adversário, que já se engraçava perto da nossa área. Até que Abel resolveu se coçar. Botou em campo Lanzini no lugar do Thiago Neves (que já me parecia cansado com 25 minutos do primeiro tempo), e Rafael Sóbis no lugar do Wellinton Nem. E não é que, na primeira vez que tocou na bola, o nosso atacante roqueiro fez o gol da vitória? Não a pintura perfeita que se buscava, mas um gol simples, de falta, com desvio na barreira, que valeu ao Flu a classificação para a próxima fase e a manutenção dos 100% de aproveitamento. Só o necessário, nada mais do que isso.

Para os críticos e secadores de plantão vale destacar que o Flu, até aqui, tem jogado conforme a necessidade. Nada de espetáculo, é verdade, mas sempre o suficiente para chegar aos seus objetivos. E como já dizia Arnaldo Baptista: Give enough a chance (dê uma chance ao suficiente!).

ST

10 comentários:

Marcelo Braga disse...

Quando se joga contra times fechados o melhor é fazer isso mesmo, tirando as gracinhas, claro. Ontem mesmo na transmissão surgiu uma pergunta em que se indagava o fato do Fluminense ter jogado melhor contra os times grandes. Elementar, meu caro: contra times maiores os espaços aparecem.

ST!

El Rafo Saldaña disse...

Flu 2012 = Cruzeiro 2011

Renato Saldanha disse...

Vasco 2012 = Santo André 2005.

Luciano Vascaíno disse...

O jogo foi um dos mais sonolentos do ano. Até América vs Tupi foi mais movimentado. Como disse o comentarista da Fox Sports, o Fluminense só jogou bem contra Vasco e Boca. Mas ganhou, o que pode fazer muita diferença na fase de mata-mata (desde que não apareça uma nova LDU).

El Rafo Saldaña disse...

Vasco 1998 = Fluminense NUNCA!!!

Marcelo Braga disse...

Fluminense 2008 melhor que Vasco 1998

Marcelo Braga disse...

Fluminense 2008:
9 Vitórias
2 Empates
3 Derrotas

Vasco 1998:
7 Vitórias
5 Empates
2 Derrotas

Renato Saldanha disse...

Vasco 2012 = Flamengo 2012 = Boatfogo 2012 - Oitavas de final só pela TV
ST

El Rafo Saldaña disse...

Vasco em 1998 foi campeão, Marcelo... O Cruzeiro passou 100%, melhor time da primeira fase... E deu no que deu...

Marcelo Braga disse...

Parabéns, Saldanha!