quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Um gigantesco salto

Cruzmaltinos desse planeta,

Nos últimos dois anos, o Vasco foi caminhando com passos pequenos, seguros, para reconquistar seu lugar de direito na elite do futebol brasileiro. O segundo lugar no campeonato brasileiro, bem como a boa participação na Copa Sudamericana e o título da Copa do Brasil, foram resultado de muito trabalho sério e planejamento. Pois hoje, dia 15 de dezembro de 2011, o Vasco deu um salto gigantesco... para trás!
A saída de Rodrigo Caetano -homem que profissionalizou (ou tentou) o departamento de futebol da colina - é grave. Mais grave ainda quando conhecemos os motivos: insatisfação com os investimentos para 2012, insatisfação com a influência excessiva dos empresários nas categorias de base, falta de um CT... Piora quando vemos que apesar de certo, Caetano ainda tem que engolir desaforos da diretoria... Tudo indica que, passadas as eleições, a baderna voltará a reinar em São Januário, como acontecia até 2008...
É claro que não é o fim do mundo. O Vasco existiu antes e continuará existindo depois de Rodrigo Caetano. Bons nomes, como Felipe Ximenes - do Coritiba, são ventilados em São Januário. Mas o problema maior é de atitude. Nem deveria comentar o nome de Marco Aurélio Cunha: Aí seria praticamente um esforço para se tornar um time de gangsters, como foi na primeira metade dos anos 2000.


Ao Rodrigo Caetano, fica o nosso agradecimento, e os votos de que voltemos a nos encontrar em melhor situação, no futuro.

Sorte de Botafogo, Fluminense, Grêmio e Atlético Mineiro, que agora disputarão um dos melhores profissionais da função. Aliás, se o clube dos chorões conseguir ter Oswaldo de Oliveira E Rodrigo Caetano, passo a respeitá-los como candidatos a qualquer coisa nesse ano (mentira! Enquanto eles vestirem aquele uniforme do fracasso eles não ganharão nada!).

13 comentários:

JTVascao disse...

Nossa, não vou nem dormir essa noite... Quantos gols o Rodrigo Caetano fez pelo Vasco? Ah, na final da Copa do Brasil ele fez o gol do título! E foi ele que fez os 8 gols no Aurora! Sem falar naquela cabeçada contra o Atlético-PR nas quartas da Copa do Brasil!
Concordo com suas críticas quanto as divisões de base, mas ficaria puto se o Dedé saísse, se o Felipe saísse, se o Diego Souza saísse, se o Vasco não contratar jogadores de peso.
Em tempo: Marco Aurélio Cunha foi o responsável pelo futebol do São Paulo no período mais vitorioso da história do clube
Em tempo 2: Juninho, muito obrigado, mas por quê vc não assume a função do Rodrigo Caetano? Dentro de campo já deu né!

Felipe Thiroux disse...

JTVascao, limitar a reponsabilidade dos resultados a quem atua dentro das quatro linhas é o que vem deixando todo o futebol brasileiro no atraso em que se encontra. Se o Rodrigo Caetano saiu do Vasco em busca de melhor remuneração e estrutura, paciência, é como funciona o mercado. Triste é perceber que ele saiu por não encontrar respaldo na diretoria para continuar modernizando o clube, por motivos políticos e pessoais.

Tudo ainda é muito nebuloso e diretoria pode provar que os motivos apontados para saída não passam de sandices da imprensa mas é difícil de acreditar. Como diz o ditado, onde há fumaça, há fogo.

Como vascaíno a gente sempre gosta de pensar que tudo que acontece é pro melhor do clube mas em momentos como esse a razão insiste em nos provar que não.

Que o tempo então mostre que a razão está errada, é tudo que nos resta esperar.

Saudações vascaínas.

El Rafo Saldaña disse...

Esse comentário do JTVascão me pareceu tão absurdo q depois vou dedicar um tempo e um espaço só para comentá-lo. Mas não agora.

Henrique Binato disse...

Oxxxwaldo de Oliveira: Mala, serve pra time médio.Tá de excelente tamanho pro Botafogo!

El Rafo Saldaña disse...

Fica aí com o Luxa, Binato...

JTVascao disse...

Esclarecendo e complementando meu comentário: O gerente de futebol do Vasco executa a política que é determinada pela presidência, seja ela boa ou ruim. Ele é funcionário do Vasco. Qualquer bom profissional faria isso com sucesso (se você considerar que foi um sucesso o período RC no Vasco). Ou vocês acham que o Rodrigo Caetano é o único bom gerente de futebol do país? Ou então que não há mais presidente e diretores no Vasco acima do Rodrigo Caetano?
Resumindo: contratem um bom profissional que a vida seguirá do mesmo jeito. Quem sabe até melhor, já que não considero que foi tão bom assim o trabalho do RC.

JTVascao disse...

Opaaa! Não sou só eu que quero Juninho de gerente de futebol! O Décio Lopes também quer!!!

http://sportv.globo.com/platb/expressodoesporte/2011/12/16/sai-caetano-entra-pernambucano/

Eu não tenho twitter, facebbok, essas merdas. Mas pra vocês que têm, lancem essa campanha!

Renato Saldanha disse...

Ahahaha, agora vcs já tao admitindo que nao dá mais pro Juninho?! Antes tarde do que nunca...

Na verdade, eu acho que ainda dá pra ele. O que nao dá é pra ele e Felipe jogarem juntos. Com os dois no meio-campo (72 anos), o vasco inova. Depois do sucesso das camisas retrô, o vasco lança um time retrô, hahahaha

Vc pode até ter um jogador mais velho no meio (como o Pet, em 2009, no Fla. Ou mesmo como o Deco no Flu), desde que ele nao tenha a funçao de marcar. Jogar com dois jogadores assim, ou colocar um desses pra marcar, é suicidio.

ST

Renato Saldanha disse...

Mais uma coisa: Eu torço para que o Rodrigo Caetano nao venha pro Flu. Nao que eu nao ache ele competente, mas sim pq é muito caro pra sua funçao e o flu (que viverá um 2012 de severas restriçoes financeiras), nao pode se dar ao luxo de pagar um salário de atacante a um dirigente (melhor deixar o vice de futebol Sandro Lima exercendo essa funçao).

Ainda assim, algo me diz que o RC já acertou tudo com o Celso Barros. Resta torcer para que a atual diretoria mantenha a postura do ano passado, e nao aceite um gerente pago pelo patrocinador.
ST

Marcelo Braga disse...

To contigo, Renato!

E digo mais: quem vem fazendo um ótimo trabalho no Flu é o Marcelo Teixeira. O Sandro Lima aparece, mas quem conhece é o Marcelo, principalmente com jovens jogadores.

O que estão esperando pra despachar o Araújo logo???

ST

Henrique Binato disse...

Renato, tenho seguras informações de amigos no Rio que o Celso Barros contratará o Rodrigo Caetano como executivo de UNIMED. E que como tal cuidará dos interesses do empresa no Fluminense, ou seja...comando indireto do plano de saúde no laranjal.

Pablo Barroso disse...

Eu assino embaixo 100% do post que estamos comentando, lamento extremamente a saída do Caetano e acho que ele foi responsável direto pelo sucesso do Vasco. Pela competência no exercício das funções (ainda que designadas pela diretoria), por conhecer o mundo futebolístico (afinal, ele era atleta até, relativamente, pouco tempo) e pela credibilidade (sim, a do Vasco estava abalada e ele ajudou na contratação de jogadores - quem duvidar, procure no google "Diego Souza lamenta saída de Rodrigo Caetano.")

Ainda vejo o Juninho "dando um caldo" dentro de campo, mesmo assim, seria um excelente nome.

Gostaria, no entanto, de traz um novo nome à baila: Mauro Galvão. Apesar de não ter obtido muito sucesso esse ano no Avaí (ainda que tenham chegado às semi-finais da Copa do Brasil eliminando Botafogo e São Paulo), conhece o Vasco, se dá bem com a direção, sabe lidar com a imprensa, é um cara que também tem muita credibilidade e eu o considero com potencial para a função. Ademais, ele pegaria tudo já "acertado" no departamento (herança do Caetano, não custa lembrar).

P.S.: Se alguém aí tiver assistido ao programa "Camarote FC" (do canal do sócio PFC), em que se entrevistou o Dinamite ontem, pergunto: fui só eu que tive a impressão que ele não sabe nada do que está falando??? - Detalhe mínimo: cabe lembrar que, apesar do comentário, sou fã, apoiador e entusiasta da gestão Dinamite (na qual quem manda é o Mandarino, acho que todos concordamos...)

JTVascao disse...

Às viúvas do honestíssimo, corretíssimo e maior funcionário da história do Vasco Rodrigo "almofadinha" Caetano:

http://www.supervasco.com/noticias/opiniao-va-ao-teatro-e-leve-rodrigo-caetano-124159.html

Será que já dá pra afirmar que o Vasco se livrou de um gângster?